See other templatesConheça a loja do crete!

Agenda de Eventos

Não vos conformeis com este mundo, mas transformai-vos pela renovação do vosso espírito, para que possais discernir qual é a vontade de Deus, o que é bom, o que lhe agrada e o que é perfeito.

Romanos 12:2

 

          É comum assistirmos diversos debates sobre questões vistas como radicalismo e muitas das vezes nos deparamos com situações que terminam dividindo opiniões mesmo entre os evangélicos. Entretanto, quando levamos este debate á luz da Palavra de Deus, certamente conseguimos compreender melhor questões que para muitos são tratadas apenas como “opiniões distintas”. Para compreendermos melhor este assunto, precisamos ter bem definidos em nossas mentes os conceitos de Radicalismo e Conformismo, e dessa maneira compreenderemos melhor o que a Bíblia nos orienta a fazer.

             O Evangelho de Cristo, ao contrário do que muitos imaginam, não é radical, pois se assim o fosse certamente nenhum de nós teríamos direito a salvação, e se torna fácil compreender esta questão quando lemos Efésios 2:8 que diz:”Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus.” Ou seja, somos salvos pela Graça de Deus, que trata-se de um favor imerecido, e por meio da fé, entretanto nem mesmo esta fé procede da nossa natureza, mas é um dom de Deus concedido àqueles que o buscam. O sacrifício de Cristo no Calvário, nos concede esta Graça da parte de Deus, onde conquistamos o perdão de todos os nossos pecados, entretanto, a manutenção desta graça em nossas vidas provém da fé, que nos permite buscar diariamente o aperfeiçoamento das nossas vidas nesta luta incansável pelo Céu. É justamente neste ponto que encontramos o problema. Uma pessoa que realmente se converte, não se conforma em viver nas mesmas práticas pecaminosas, e isto gera naturalmente um inconformismo que estimula uma melhoria constante de comportamento e atitudes em busca da perfeição. Perfeição esta, que nenhum de nós alcançará nesta Terra, entretanto esta luta constante nos assegura o direito por intermédio da Graça de Deus em alcançá-la nos altos Céus.

O Evangelho nos aceita como somos, mas ninguém que vive o Evangelho de Cristo consegue permanecer da mesma maneira. A mudança é inevitável. Quanto mais nos aproximamos da luz, mas evidentes ficam as nossas sujeiras e imperfeições, e quando amamos o que é puro e limpo se torna impossível conviver no meio da sujeira, e desta maneira todos os dias vemos algo que precisa ser limpo ou poderia estar melhor e assim permanecemos até alcançarmos a vitória completa em Cristo. O mundo está sujo, repleto de pecado e coisas que todos os dias tentam nos contaminar, e muitas das vezes conseguem sujar as nossas vidas, e por isso a limpeza não pode parar, temos que buscar sempre mais de Cristo para que consigamos vencer todos os dias.

              Contudo, o que temos visto é justamente um conformismo… Por que pedir perdão se vou pecar outra vez?? Deus já sabe como eu sou. Pecar faz parte da nossa natureza… Sou assim e ele vai perdoar… Toda esta linha de pensamento demonstra um conformismo, que gera uma acomodação. `Por isso vemos nas igrejas tantas pessoas conformadas com o pecado, conformadas com os seus fracassos e vêem tudo isso como algo natural e ao invés de lutarem para corrigir suas imperfeições, preferem lutar para que o evangelho, a Igreja aceite seus pecados e imperfeições como algo normal que pode ser facilmente aceito. Porém, onde há conformismo existe uma acomodação que bloqueia o desejo ardente de melhorar e fazendo assim nos conformamos com a sujeira e nos afundamos ainda mais nela. Somos salvos pela vontade de sermos perfeitos, e não por termos alcançado um alto nível de perfeição. Os conformados não buscam, e por isso não melhoram e como consequência natural terminam perdendo o temor e a salvação que fora concedida por Cristo.

                 A Igreja é de fato um Hospital. E hospital é lugar de pessoas que de fato estão doentes, mas que buscam a cura e estão dispostas a enfrentar todo tipo de tratamento que possa conceder a superação da enfermidade. E o primeiro passo para buscarmos um tratamento, é reconhecer que estamos doentes, reconhecer os nossos erros e compreender que precisamos melhorar. A grande questão é: VOCÊ ESTÁ DISPOSTO Á SER TRATADO POR CRISTO?? Se a sua resposta foi SIM, então permita que JESUS CRISTO, que é o único Médico capaz de curar as feridas da alma, trate de você!! Não se conforme com o pecado!!! Em Cristo todos nós somos mais que vencedores!! NÃO DESISTA!!! Se conformar com o pecado, desistindo de lutar pela sua salvação, é a medida mais radical que um ser humano pode adotar. Pense nisto!!

Por:

Dc Leonardo Souza

Diretor-Presidente Projeto IDE - Resgatando Vidas

www.missoesprojetoide.com.br

 

Categoria: Notícias em Destaque

Categoria: Notícias

Categoria: Missões

Topo