Líder da bancada evangélica quer explicações sobre doação para Palestina

Deputado notificou o Itamaraty e pede que doação seja revogada

No último dia 26 foi publicada no Diário Oficial da União a Medida Provisória Nº 819, assinada por Rodrigo Maia, prevê a doação de R$ 792.000,00 para o Estado da Palestina.

O dinheiro deverá ser usado para a restauração da Basílica da Natividade, na cidade de Belém. Essa verba vem da dotação orçamentária do Ministério das Relações Exteriores. Contudo, há questões não esclarecidas e o presidente da Frente Parlamentar Evangélica pastor Hidekazu Takayama (PSC/PR) já se pronunciou contrário.

Ele enviou um ofício ao Ministro das Relações Exteriores Aloysio Nunes reiterando que o Brasil passa um “quadro de crise econômica” e, portanto, “torna extremamente relevante que seja feito o esclarecimento necessário de tal procedimento [de doação]”.

Top

O parlamentar paranaense pede que “seja revista essa postura por parte do governo brasileiro para revogar tal determinação, e ainda, que sejam prestados esclarecimentos acerca das razões da edição de tal Medida Provisória”.

O deputado também gravou um vídeo, divulgado em suas redes sociais, onde mostra estar ciente das denúncias feitas por Roberto Grobman, colunista do Gospel Prime, que visitou a Basílica na semana passada e mostrou em um vídeo que as obras já estão concluídas. Uma placa na entrada do templo dá conta que a restauração teve início em setembro de 2013 e foi concluída em dezembro de 2017.

Takayama lembrou ainda que há várias denúncias de organismos internacionais de que a Autoridade Palestina estaria usando dinheiro recebido do exterior para financiar terroristas.

Até o momento, nem o Itamaraty nem o presidente da Câmara Rodrigo Maia se pronunciaram sobre o tema.

Fonte: Gospel Prime

Sobre o Autor

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *