Governo Temer retira `gênero´ da base curricular e une tema à religião

Ministério da Educação retirou cerca de dez trechos sobre `gênero´ da base curricular federal

As menções ao que tange assuntos sobre ‘gênero’ foram excluídas da nova versão da Base Nacional Comum Curricular pelo Ministério da Educação do governo Michel Temer. Agora, “gênero” e “sexualidade” deverão ser abordados através das matérias de ensino religioso. O objetivo é que se discuta o assunto nas escolas segundo às tradições religiosas.

Segundo informações da Folha de São Paulo, que teve acesso à nova versão da base, encaminhada ao CNE (Conselho Nacional de Educação) no dia 29 de novembro, o documento está em processo de análise final do conselho. O MEC não quis divulgar o texto.

Para esclarecer, é preciso entender que a Base Nacional Comum Curricular define o que e como os alunos irão aprender a cada ano, na educação básica. E apesar da discussão sobre a abordagem do assunto no ensino médio ter sido congelada pelo governo, o grupo que vai da educação infantil ao ensino fundamental está em plena discussão.

Top

Suprimidos

Anteriormente, o MEC já havia retirado três menções sobre a identidade de gênero e orientação sexual. Agora, segundo a Folha, foram cerca de 10 trechos retirados pela equipe do ministro Mendonça Filho (DEM-PE). A proposta da nova Base aparece com pontos revisados pelo ministério a partir da terceira versão, finalizada em abril deste ano.

Os conteúdos relacionados ao ensino religioso foram retirados da base, anteriormente. O motivo é que a matéria era optativa de acordo com a legislação. Apesar disso, com a nova revisão, o ensino religioso voltou até mais forte. Agora possui status de matérias como matemática.

Fonte: CPAD News

Sobre o Autor

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *