Charles Aznavour recebe prêmio em nome de seus pais, que salvaram judeus do Holocausto

  • O cantor franco-armênio Charles Aznavour recebeu no dia 26 de outubro, em Israel, das mãos do presidente Reuven Rivlin, a Medalha Wallenberg, em nome de seus pais, que esconderam judeus durante a ocupação nazista na França.

    Charles e sua irmã cederam suas camas para uso pelos judeus escondidos. Ele decidiu recentemente testemunhar sobre a perseguição à população judaica na França.  Um livro sobre as memórias dos irmãos Aznavour será escrito pelo pesquisador do Holocausto Yair Auron.

  •  

    TopRaoul Wallenberg foi um diplomata sueco que salvou milhares de judeus durante a ocupação nazista na Hungria, providenciando-lhes passaportes e moradia.

    Ele recebeu, em 1944, autorização do Ministério das Relações Exteriores da Suécia para emitir 1.500 passaportes para judeus em Budapeste, Hungria – número que conseguiu multiplicar para dezenas de milhares.

    Quase no final da guerra, em janeiro de 1945, Wallenberg desapareceu. No ano 2000, o governo russo declarou que o serviço de inteligência soviético o capturou em Budapeste. Wallenberg teria sido executado dois anos e meio depois, acusado de espionagem.

Fonte: CONIB

Sobre o Autor

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *